domingo, 10 de outubro de 2010

Mais encontros e Inaugurações

 Ainda ontem estive na inauguraçao da area de serviço das Minas do Lousal e já vos venho informar de, pelo menos, mais 2 inaugurações até ao fim do ano!!!
Será que ainda poderão haver desculpas para se fazerem despejos nos pinhais e nas sarjetas???

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Autocaravanismo por uma boa "Causa"

Mais de 200 autocaravanas reunidas para ajudar a combater um mal que afecta a população mais velha e não só.
Pode consultar a noticia em :

http://www.europasur.es/article/lalinea/797614/mas/autocaravanas/acuden/la/concentracion/benefica/afa.html

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Presidente da Junta de Porto Covo considera auto caravanas "uma praga"

Fonte da noticia:
correio alentejo

"O presidente da Junta de Freguesia de Porto Covo considera as auto caravanas "uma praga" nesta localidade do concelho de Sines, acusando os auto caravanistas de estacionarem nas falésias, deixar lixo espalhado e despejarem águas residuais nos escoamentos pluviais.


"[Os auto caravanistas] são uma praga, estacionam em cima das falésias, à beira mar e depositam lixo em qualquer sítio", acusou, em declarações à Agência Lusa, o presidente da Junta de Freguesia de Porto Covo, Luís Gil.


Na aldeia turística do concelho de Sines, segundo o autarca, estiveram estacionadas durante o verão "centenas" de auto caravanas, uma situação que o incomoda, não porque tenha algo contra este tipo de turismo, assegura, mas porque considera que prejudica a freguesia.


"Estamos até à ponta dos cabelos com esta gente toda", desabafou Luís Gil, que afirma que até para o escoamento "das águas pluviais", que têm ligação directa às praias e ao mar, os auto caravanistas descarregam as cassetes (depósitos) de águas residuais.


O autarca pensa que a solução pode passar pela construção de um parque próprio para auto caravanas, desde que de "iniciativa privada", uma vez que a autarquia "não tem competências, nem terrenos, nem meios financeiros".


Contactado pela Agência Lusa, o vereador da Câmara de Sines, António Nogueira, também vê as auto caravanas como "um problema", mas partilhado por "todos os concelhos", considerando não havendo muito "a fazer", uma vez que o estacionamento não é proibido, por serem consideradas "veículos".


Este membro do executivo camarário avançou, contudo, que a criação de "um espaço próprio" para este tipo de turismo "está a ser pensado", mas defende ser necessário ao mesmo tempo alterar a legislação para encontrar uma forma de "obrigar as pessoas a irem para esses parques".


Até porque, já há espaços para auto caravanas nos parques de campismo do concelho, mas os auto caravanistas só recorrem a eles se quiserem, sendo que muitos acabam por ficar "à beira da estrada", onde "não pagam nada".


Os dois autarcas não deixam, contudo, de reconhecer a importância deste tipo de turismo para o concelho, até porque as pessoas acabam por recorrer aos estabelecimentos comerciais locais para se abastecer.


A Lusa abordou alguns dos auto caravanistas estacionados entre Porto Covo e Sines, que afirmaram preferir escolher um local próximo do mar aos parques de campismo, tanto pela "paisagem, como pela "liberdade" ou pelos "custos".


Contudo, a maioria assegurou que acaba por pernoitar de "vez em quando" nos parques da região para poder reabastecer a auto caravana de água e vazar as águas residuais".

terça-feira, 31 de agosto de 2010

Até o chefe de cozinha se passeia de autocaravana

Numa pequena busca na net dei de caras com esta noticia na "Gazeta das Caldas":
Chefe Chakal nas Caldas

Até o chef de cuisine sabe o que é bom...Deve ter apreendido com os companheiros autocaravanistas que tanta propaganda fazem dos nossos produtos Portugueses. Comprar no mercado da terra é que está a dar!
Eu costumo comprar para confeccionar quando estou nos locais e ainda trazer para casa.

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Já tem valor de inscrição

Passamos a informação de que o valor da inscrição no Encontro do CAI será de € 5,00 por autocaravana

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

II Encontro do CAI em Beja dias 24,25,26 de Setembro


 Programa do II Encontro do CAI


24 de Setembro
20.00 – Recepção aos autocaravanistas no parque de estacionamento do Parque da Cidade na Rua de Lisboa coordenadas GPS N38º 01’ 20” W07º 52’ 27”

25 de Setembro
10:00 – Visita guiada por funcionária do posto de turismo, a locais de interesse histórico na cidade de Beja, distribuição de material de divulgação e oferta de pequena lembrança aos participantes.
12:45 – Deslocar as autocaravanas do local de pernoita para o Parque das Merendas coordenada GPS N38º 01’ 05” W07º 52’ 36”
O parque de merendas tem churrasqueiras, mesas, casas de banho e lava-loiças.
Devem levar comida para grelhar , carvão e grelhas.
13:00 – Teremos a presença de vários elementos do Grupo Coral Feminino de Santa Vitória para convívio ao almoço (devemos levar mais alguma comida a contar com as nossas convidadas) . Após o repasto o grupo fará uma actuação onde serão cantadas algumas modas do cancioneiro polifónico de Beja.
15:30 – Partida para visitar Pisões (quinta agrícola romana). Aguardamos confirmação da disponibilidade de autocarro para a deslocação.
17:00 – Regresso ás autocaravanas para descanso. Jantar livre.

26 de Setembro
10:00 Saida de Beja em direcção à Vila Galé
11:30 Visita á Adega Casa de Santa Vitória (no local poderemos adquirir alguns exemplares de bom vinho alentejano).
13:00 Almoço livre (ainda iremos indagar local indicado pela Câmara de Beja de modo a confirmar-mos se haverá condições para fazer nova churrascada)

Informação extra:
A Câmara Municipal solicitou à PSP que fizesse mais algumas passagens com os carros patrulha, durante a noite e dia, pelo local de estacionamento, de modo a garantir a vigilância aos nossos veículos.
No parque de merendas existe WC para despejar as cassetes e torneira para encher os depósitos com água limpa. Na avenida em que se localiza o parque de merendas, tem um Intermarché com local de lavagem para veículos. As dimensões do local permitem aos nossos veículos fazer despejos de águas cinzentas.
O intermarché também tem posto com combustíveis mais baratos, mas há que ter cuidado com as manobras, pois não foi feito a pensar nos nossos veículos!!!
Para mais informações consulte :
CAI - Clube Autocaravanista Itinerante
.

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

3º Encontro do Clube Autocaravanista Saloio

Pode consultar o programa do 3º Encontro do CAS em : Programa e ficha inscrição

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Assaltantes apanhados em flagrante

Segundo o Jornal Barlavento foram apanhados 2 assaltantes de autocaravanas no Algarve. Apanhados com o pé dentro da AC. Já tinha constactado varios episodios nos ultimos tempos de companheiros a queixarem-se de não conseguirem descansar com receio de ficarem sem os seus bens.
Mais informação aqui :
Barlavento
.
,

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Grande promoção á praia do Guincho

Guincho apresentado por Turismo de Portugal

A praia do Guincho apresentada de uma maneira excelente.
o facto de ter o som do vento, do mar, das gaivotas... torna o video tão intenso que parece que estamos lá!!!
Se inspirar-mos bem fundo quase que conseguimos sentir o cheiro do mar...tal é a realidade e a boa imagem!
Parabéns ao Turismo de Portugal e ao gabinete do visit Portugal.

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Pura gargalhada

Estava a passear na net e descobri este tesouro de puro divertimento á boa moda Inglesa :

3 inventores

15 minutos de riso que me levou a  chorar e ficar com dor de barriga.
.
.

terça-feira, 20 de julho de 2010

Por terras de Espanha

Parece que as tentativas de proibição de pernoita também existem em Espanha, mesmo com Lei adequada ao autocaravanismo. Pois veja-se a seguinte noticia:
SUR.ES
.
-

quarta-feira, 14 de julho de 2010

Alugue uma autocaravana E VÁ DE FÉRIAS

Esta é uma proposta da revista activa! Uma revista no feminino que também recomenda o autocaravanismo como modo de ferias para quem tem espirito de aventura...
Repare no ponto 10 e 11 :

Revista ACTIVA (clicar)

 Podemos afirmar que o AC está mesmo na moda...

sábado, 10 de julho de 2010

CAI e CAS entrevistados pela TVI

O CAI e o CAS foram entrevistados pela TVI esta semana.
 Pode ver o video em:

http://www.youtube.com/watch?v=DJbKkcZMenc
.
.

quinta-feira, 24 de junho de 2010

Noticias de Portimão

Fonte da informação, basta clicar em :
Barlavento Online

"Dormir em autocaravana poderá dar multa em Portimão



d.r. Ver Fotos »
Autocaravanas
Para erradicar as autocaravanas dos parques de estacionamento junto às praias do concelho de Portimão, a autarquia vai começar a aplicar multas este Verão que oscilam entre 150 e os 200 euros.
A proposta de regulamento municipal já está aprovada pelo executivo de maioria socialista liderado por Manuel da Luz e vai ser sujeita à votação da Assembleia Municipal, no dia 28.
Na prática, o cenário que hoje se verifica em estacionamentos como os da Praia da Rocha ou de Alvor, onde se concentram mais de duas dezenas de autocaravanas, vai acabar caso a proposta mereça a concordância da Assembleia Municipal.
Para assegurar a legitimidade da atuação, a autarquia portimonense escuda-se no Decreto-Lei 310/02, de 18 de Dezembro, que atribui às Câmaras competência em matéria de licenciamento do exercício da atividade de acampamentos ocasionais.
Na proposta, a que o «barlavento» teve acesso, a edilidade dedica em exclusivo um capítulo ao autocaravanismo, passando a considerar que «o aparcamento de viaturas com a finalidade de pernoitar é proibido fora dos locais legalmente consignados para a prática do caravanismo, sem prévia licença da Câmara Municipal e nos termos praticados no respetivo local».
No mesmo documento, a autarquia diz que fora dos locais destinados ao aparcamento apenas é permitido o estacionamento das viaturas desde que não se verifiquem situações como «a abertura de janelas laterais de caravanas ou autocaravanas, a colocação de degrau de acesso ou a pernoita».
Entretanto, esta semana, várias páginas de Internet dedicadas ao autocaravanismo assinaram uma declaração de princípios, considerando que estacionar uma autocaravana num parque público, com a finalidade de pernoitar, é permitido face ao Código da Estrada.
23 de Junho de 2010
09:09
Filipe Antunes"

quarta-feira, 23 de junho de 2010

CAB

Apesar de ser aderente do CAB, não quer dizer que tenha de concordar com todas as decisões que tomam.
O CAB aderiu á Declaração de Princípios apresentada pelo CPA e pelo CampingcarPortugal, mas eu não concordo com tal documento, muito por culpa de parte do ponto 4 e do ponto 8, pelo que nunca a poderia subscrever.

III Passeio do CAS



Para saber mais informações sobre o II Passeio do CAS basta clicar em :
Site do CAS

terça-feira, 15 de junho de 2010

Carta de protesto enviada á Camara Municipal de Portimão

O CAI enviou hoje carta de protesto á proposta de Regulamento Municipal do estacionamento de ACs apresentada pela Camara Municipal de Portimão.
http://cai-autocaravanismo.jimdo.com/

sexta-feira, 28 de maio de 2010

Os Franceses acusam e defendem as autoridades no Algarve

A revista Le Monde du Camping-car pauta por trazer noticias interessantes sobre o autocaravanismo e sobre Portugal.
No passado mês de Maio surgiu na pagina 12 desta revista, um texto de reclamação sobre a perseguição no Algarve aos autocaravanistas Franceses, que imagine-se, gostam de passar 6 meses por ano no Algarve. 6 meses estacionados aonde? Portugal é tão grande, mas eles ficam numa pequena área durante tanto tempo...E em que condições?
Agora a mesma revista de Junho  trás na sua página 12 uma resposta da parte de um Frances ao seu compatriota.
Acusa os Franceses e Alemães de serem prevaricadores! Acusa-os de fazerem despejos nas sarjetas e de ficarem estacionados no mesmo local durante 3 MESES!!!???
Depois admiram-se das proibições!
Mais uma vez podemos concluir que há autocaravanistas e proprietários de autocaravana, independentemente da sua nacionalidade.
Consulte o site do CAI na sua página de "Noticias do AC".

http://cai-autocaravanismo.jimdo.com/noticias-do-ac-e-outras/

terça-feira, 25 de maio de 2010

Minha saida do MIDAP

Já se passaram alguns dias desde que pedi a demissão de secretária do MIDAP e que esta foi aceite pelo presidente Seco dos Santos.
Desde essa data que passei a trabalhar em exclusividade para o CAI - Clube Autocaravanista Itinerante, na luta por um melhor autocaravanismo itinerante.
Ana Pressler

quinta-feira, 20 de maio de 2010

Correr por Por Portugal



















Quase todos os dias vemos novas utilizações para as autocaravanas que vão desde : medicina do trabalho, biblioteca, para campanhas eleitorais, de apoio a ciclistas, também a ciclistas invisuais, creches de amas que tomam conta de crianças enquanto os pais saem á noite, clinicas para cães, em viajem por causas como "Força Portugal" de Lisboa á Africa do Sul, etc.
Esta é a ultima versão da utilização de uma autocaravana e pode ser vista a passear-se por Portugal.
Se quiserem ver onde a podem ver passar hoje, basta consultarem a pagina :


sexta-feira, 7 de maio de 2010

1º Encontro do CAI de 5 a 6 de Junho entre a Pia do Urso e S.Martinho do Porto



Informo todas as companheiras e companheiros que o CAI já apresentou o programa e cartaz do seu 1ªEncontro.
Inscrições abertas também a não sócios do clube. Valor da inscrição € 5,00 por autocaravanas
Á ficha de inscrição devidamente preenchida deverá ser enviada para:
clubeautocaravanistaitinerante@gmail.com

quarta-feira, 5 de maio de 2010

Guia Areas Serviço Espanha/Portugal 2010

Já saiu o novo Guia de Areas de Serviço Espanha/Portugal 2010 com a colaboração do MIDAP e do CAS:


"Special thanks to: Chris Gladman, Freda Gladman, Alf Anderson of www.alfanderson.co.uk. We would like to thank MIDAP (Movimento Independente para Desenvolvimento do Autocaravanismo) and CAS (Clube Autocaravanista Saloio) for their updates in the Portuguese section of this update."

Pode adquiri-lo por € 12,59 em :

Vicariousbooks. UK

...

terça-feira, 4 de maio de 2010

Rota das Bogas

08 de Maio de 2010 - Nodar (S. Pedro do Sul)


ROTA DAS BOGAS

O destaque vai inteiramente para o rio Paiva onde iremos realizar a Rota das Bogas, com todo o encanto de um dos mais belos rios da região.

Iremos realizar um trajecto que irá acompanhar as margens do rio Paiva.

Acompanhar esta visita, teremos a presença do Luís Costa, presidente da associação cultural local, que nos falará da história de Nodar, da relação das pessoas com o rio e particularmente com os peixes, sobretudo trutas e bogas. Dos homens e mulheres que galgavam a serra de Montemuro com canastros à cabeça para vender sardinhas vindos de Boaças (aldeia junto ao rio Douro) e dos almocreves que utilizavam esta ponte para passar as mercadorias...ROTA DAS BOGAS


Nodar (Freg. S. Martinho das Moitas) S. Pedro do Sul, 10 de Maio de 2010

Distancia: 3 km / Dificuldade: FÁCIL / Concentração: 10h00m – Na aldeia de Nodar (junto à Ponte).

(Trazer calçado confortável, bastão, garrafa de água, chapéu, roupa leve e adequada à época, um casaco é aconselhável, pois o tempo na serra é muitas vezes imprevisível).

Inscrições / Contactos: criaraizes@gmail.com / Tel. 232 728 330 / 961 548 791 / Associação Cultural de Nodar (Luís Costa): 918 951 857


Projecto Criar Raízes


Nome      Localidade       Data Nascimento      Telm.      Email.
Sem almoço (5.00€) Com almoço (10.00€)

quinta-feira, 29 de abril de 2010

Operação acaba com rave ilegal

28 Abril 2010 - 00h30

Vila do Bispo: Polícia Marítima e GNR fiscalizam

Operação acaba com rave ilegal

Eram mais de cem pessoas, com 28 viaturas – nove das quais camiões adaptados a auto-caravanas – e 15 cães. Na madrugada de ontem, concentraram-se junto ao areal da praia do Barranco, no concelho de Vila do Bispo, em pleno Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina (PNSACV), para uma rave ilegal.
As autoridades acabaram com a festa e obrigaram os participantes a limpar a zona e a abandonar o local.

Segundo o CM apurou junto do comandante da Capitania do Porto de Lagos, Cruz Martins, a operação da Polícia Marítima (PM) com o apoio da GNR de Lagos e Vila do Bispo e elementos do PNSACV decorreu "entre as 00h30 e as 04h30".

"Não é permitido estacionar entre as 00h00 e as 08h00 nas áreas do parque. A PM tem vindo a monitorizar a zona, a fim de controlar o campismo e caravanismo ilegais. Mal foi detectada a situação, actuámos", esclareceu o responsável.

Quando as autoridades chegaram depararam-se com um cenário de ‘rave com música alta. A bebida também não faltava. Os estrangeiros – italianos, franceses e alemães – foram informados de que não podiam estar ali e obrigados a arrumar e limpar tudo. Não foram identificados.

"Situações destas não serão toleradas. Nesse sentido, a PM está a apertar a fiscalização na área do parque", alertou Cruz Martins.
Fonte de noticia :

http://www.cmjornal.xl.pt/noticia.aspx?contentid=CCAB6AF5-BEE0-4BB8-92B4-F0E49098F3D0&channelid=00000010-0000-0000-0000-000000000010

quarta-feira, 28 de abril de 2010

Cancelado o Forum da campismo,Caravanismo e Hotelaria de Ar Livre

Fui informada de que o Forum de Campismo,Caravanismo e Hotelaria de Ar Livre do próximo dia 8 de Maio foi cancelado. Este programa tinha como organizadores a ACAP, a AECAMP e a FCMP.

terça-feira, 27 de abril de 2010

Noticias de Espanha

fonte de informação: http://www.campingsalon.com/comunidad/noticias_ver.aspx?idNoticia=3063

Los partidos políticos escuchan al colectivo autocaravanista


"PNL para potenciar el autocaravanismo


Cuatro años después de la votación del tema en el Senado, la actividad autocaravanista vuelve a las Cámaras, en este caso al Congreso: el pasado sábado, y como ya había anticipado unos meses antes en una entrevista a El Camping y su Mundo, la diputada del Grupo Popular por Las Palmas en el Congreso, Carmen Guerra, se comprometió públicamente ante los representantes del Grupo de Trabajo Permanente sobre Autocaravanas (GTP) y los medios de comunicación, a presentar a la mesa del Congreso de los Diputados una proposición no de ley (PNL) para instar al Gobierno a regular la actividad autocaravanista en España. Entretanto, sólo un día antes, Ana María Chacón presentaba una proposición muy similar.


Coincidiendo con una «kedada» organizada por la Asociación Autocaravanista de la región de Murcia (AC-MUR) en la localidad murciana de Caravaca de la Cruz, la diputada Carmen Guerra (PP), autocaravanista confesa, acudió de manera personal a una reunión con el GTP en el que se ultimaron los puntos clave de un documento que la diputada acordó elevar al Congreso de los Diputados (a ser posible antes del fin el actual período de sesiones), que refleje las peticiones de los autocaravanistas para que se regule y mejore su actividad en nuestro país y que inste a los municipios a realizar Ordenanzas Municipales que no contradigan lo expresado por la Instrucción de la DGT 08/V-74 sobre las autocaravanas y el «Manual de movilidad en autocaravana».


Sin embargo, y para sorpresa de todos, a día de ayer, tuvimos noticia de que la diputada Ana María Chacón (PSOE), implicada con el sector autocaravanista hace un tiempo e impulsora, incluso, de la creación del GT-53 autocaravanas y de la citada instrucción y manual, había presentado, sólo un día antes, un texto con peticiones muy similares pero sin contar para la presentación con el GTP, y que se debatirá en la próxima sesión de la Comisión de Seguridad Vial y Prevención de Accidentes de Tráfico (paralelamente a los contactos con Carmen Guerra, el GTP estaba en contacto con el Grupo Socialista y con Ana María Chacón para instarla a seguir trabajando por los autocaravanistas, por lo que lamenta que no se haya podido hacer una proposición conjunta, viendo que ambos grupos están en la misma línea). Es decir, se pretende retomar la Mesa de Trabajo 53 autocaravanas en el seno de la DGT, y tanto los miembros del GTP como los usuarios y cuantos defienden este sector se congratulan de que, al fin, se pretenda regular la actividad autocaravanista.


Más información en el número de junio de El Camping y su Mundo."

domingo, 4 de abril de 2010

Futuro bem negro para o AC

Tirei 1 dia e meio de folga da minha profissão para poder descansar durante 5 dias de férias...
As proximas só serão para Junho pois este ano é parco de feriados e pontes.
O nosso destino foi a Costa Vicentina. Na 3ªf á noite pernoitámos no Intermarche de Santiago do Cacém onde pela manhã fiz umas compras e voltei a abastecer o deposito da AC com gasoleo mais barato. Devo dizer que com a autorização da empregada do posto despejei junto á gasolineira as aguas cinzentas. Ela confirmou-me que todos os dias lavam logo de manha o local e que as aguas são direccionadas para o esgoto conforme a lei obriga.
Seguidamente fomos ao centro de Santiago do Cacém entregar umas cartas ao correio e fazer um deposito ao banco(ultima tarefa que tinha de fazer antes de entrar efectivamente de férias). Aproveitámos para despejar a cassete num sanitário publico. Continuam pela estrada encontrámos um chafariz onde abastecemos. Sempre que vamos para S.Torpes este é o nosso ritual.
Seguindo viagem passámos por Porto Covo. O tal parque de estacionamento junto á praia continua com pinos de um lado e traves de altura no outro e completamente vazio. Passagem pela localidade que parece um completo estaleiro de obras com moradias a crescer que nem cogumelos. Autocaravanas só vimos 4 num parque de estacionamento em frente á praça.
Pé no acelarador com destino a Almograve e paragem para almoço com uma bela passeata após a refeição tendo por companhia os meus cães e vários turistas estrangeiros que também têm paixão pelo caminhar...
Voltando á AC com destino a Aljezur onde pernoitámos num parque de estacionamento em frente ao mercado. Pelo amanhecer umas compritas pela localidade, pequeno almoço tomado e voltar ao volante para continuar até á Praia do Amado.
Se até aqui eu já tinha visto atitudes dos proprietários  de AC menos próprias, as coisas começaram a piorar!!!
O parque de estacionamento da praia do Amado, apesar da hora matinal, já lá tinha bastantes autocaravanas e o seu número foi aumentando e a confusão também. Posso dizer que 90% dos veiculos tinham matricula Espanhola e se dividiam por carros normais, comerciais, vans a cair de podres e autocaravanas de media e alta qualidade. E ainda... E ainda... Caravanas  a serem desatreladas dos carros e bem posicionadas para a pernoita. Havia então que, para melhorar o ramalhete, ir retirando umas cadeiras, mesas e até armarios de cozinha de campismo para acender o fogão e fazer o almoço!!! Não sei como não cheguei a ver fogareiros... Talvez porque estava vento amais.
Tudo isto acompanhado de musica bem alta e do "parlar de nuestros hermanos" que todos sabemos que estão sempre em festa, falam pelos cotovelos e bem alto, não vá nós não dar-mos conta da presença deles...
Ao fim da tarde e com os depósitos cheios de agua suja dirigimo-nos a Sagres ao parque de Campismo da Orbitur para despejos. A tarifa das descargas era de €3,00 valor que considero bastante aceitável, mas estava a apetecer-me fazer algo "diferente" pelo que acabei por me inscrever para a pernoita aproveitando a promoção com descontos. Duas pessoas, uma AC, 2 caes e electricidade ficou em €12,50.  Aproveitei a electricidade para teclar um trabalho que tinha para fazer e leváva horas a fazer. Gostei do parque e pretendo um dia lá voltar.
Na manhã seguinte voltar á praia do Amado já menos solarenga e bastante ventosa decepcionou-nos além de que o parque de estacionamento estava cada vez mais cheio de autocaravanas.
Voltámos ao fim da tarde para Aljezur e estacionámos outra vez no mesmo local. Aqui comecei-me a "passar"!!!
Acabados de estacionar, venho cá fora passear os cães e tentar arranjar fome para o jantar pelo que fiz um passeio pelas velhas ruas de Aljezur onde descobri uma padaria e observei que a chaminé deitava fumo: pão a lenha na certa, amanhã tenho que cá voltar de manhã cedo. Ao voltar para a AC vejo uma autocaravana espanhola estacionada que ao fazer as manobras para parquear tinha deixado vários riscos de água no chão visto ter o deposito de aguas cinzentas a abarrotar... e debaixo do veiculo o chão todo molhado porque tinha acabado de fazer despejos em pleno parque na via publica!!! Fui para a AC de modo a jantar e dormir. De manhã fui comprar o pão, comprar peixe fresco mas caro á praça e voltei a tempo de ver um casal de Belgas a partir do local onde tinha pernoitado e deixar uma poça e mancha dos despejos que na surrapa tinha acabado de fazer. Passados minutos surge uma AC Alemã que estaciona em cima da tal poça. O Alemão já com idade para ser meu pai, sai da AC vai até á beira da ria e vai de satisfazer as sua necessidades com um belo de um repuxo mesmo debaixo do meu nariz!!! Será que no pais dele faz o mesmo??? Um alemão a urinar em plena via publica com uns sanitarios a 100metros deste lado da ria e outros a 300m do outro lado da ria junto a lojas e parques de estacionamento...
Cansei-me de ali estar e fomos até aos sanitarios despejar a cassete e ao posto da GALP pagar €2,00 para lavar a parte da frente da AC enquanto despejávamos as aguas cinzentas.
Arrifana era o destino : muita malta nova de prancha debaixo do braço, muito stress e falta de educação entre Portugueses e Estrangeiros, autocaravanas portuguesa e inglesa estacionadas onde tinha placa a indicar :proibido estacionamento a caravanas e auto-caravanas... e isto com um estacionamento ao lado onde não era proibido! Mas o pessoal tem que ficar sempre na beira do precipicio com vista directa para o mar e o outro parque ficava um pouco mais atrás... Aliás foi onde eu estacionei bem á vontade durante os poucos minutos que lá estivemos.
Dirigimo-nos  até Odeceixe e respectiva praia que nunca tinhamos visitado. Perto da praia a circulação está proibida a caravanas e autocaravanas porque as ruas eram estreitas, mas um pouco mais atrás havia um parque bem grande para estacionar todos os tipos de veiculos e com uma bela paisagem para o mar. Era hora de almoço e eu tinha os salmonetes para comer e deliciar-me... Estacionei ao comprimento, apesar de ter por perto uma AC Inglesa estacionada á largura com um Fiat bem pequeno encostado ao lado ainda com a peça do reboque encaixada. A AC estava estacionada á largura para se protegerem do vento de modo a abrirem o toldo que por baixo tinha um belo de um tapete no chão, as cadeiras e a mesa e o Inglês a lavar energicamente uma frigideira num algidarinho em cima de uma mesa enquanto a mulher toda entretida lhe tirava fotos!!! Espante-se : tirava fotos áquele lindo acampamento para levar para casa e mostrar certamente aos amigos. Após a lavagem da loiça e porque estava estafado da tarefa o Ingles senta-se na cadeira só de calções com uma pança enorme a apanhar banhos de sol com uma cerveja na mão e o telemovel na outra com um ar muito satifeitos... interrogo-me se não estaria a contar aos amigos como Portugal é um reino sem rei nem rock onde tudo é permitido!
Tirar fotos de tudo o que presenciei ? Falar com todos os que estavam a fazer errado? Fazer queixa á policia ou GNR? Estragar ainda mais as minhas férias?
 Devo dizer que vi carros patrulha da GNR no Amado, em Aljezur e em Odeceixe pararam mesmo, para ver o espetáculo do Inglês e nada fizeram. Faziam rondas certamente para nossa segurança e para mostrar que estavam presentes. Mas tomarem atitudes? Nem pensar! Aliás, se eles começassem a multar, bem que tinham de trazer vários livros de recibos e um aparelho de multibanco. Iam ter cá um lucro! Mas depois vinham as vozes dizer que havia perseguição ao AC que está mal, etc...
Se continar-mos a ter esta bela imagem o autocaravanismo não tem futuro!!!
A porcaria é tanta e tão descarada que me apetece fugir da beira mar e nunca mais cá pôr os pés!!! Se não fosse o Rui gostar tanto do mar...
O verão está á porta e acredito que vamos ouvir e ver muitas reportagens a falar mal dos autocaravanistas. Poucos são os que cumprem.
Os estrangeiros fazem o que querem pois esta não é a casa deles e estam-se a lixar, só fazem m....a. Vêm em veiculos de luxo que aparenta terem dinheiro e supostamente boa formação e educação, mas é tudo aparências.
Os Portugueses eram menos e malta radical do surf mal formados e ainda na fase da liberdade, paz uma prancha e o mundo só para eles.
Voltando a passar em Porto Covo, no meio da localidade contámos 19 ACs espalhadas em locais de estacionamento normais. O "tal parque " tinha 4 carros estacionados. A vedação das arribas foi cortada e afastada, de modo que estavam por lá mais umas 20 e tal autocaravanas. A nossa viagem acaba hoje.
Não pude deixar de mandar email á ASANDAC e á LAPACA a informar do que vi os hermanos deles fazerem por terras lusitanas. E a dar o link da base de dados das areas de serviço do CAS para que não tenham desculpas de falta de informação.

quarta-feira, 24 de março de 2010

Lagoaça quer presença do AC

http://www.jornalnordeste.com/noticia.asp?idEdicao=308&id=13731&idSeccao=2765&Action=noticia

Almeida Santos preserva solar em Lagoaça



"Os solares imponentes e as casas brasonadas remontam aos tempos dos grandes senhores feudais. Envolta em paisagens bucólicas sobre o Douro Internacional, Lagoaça, no concelho de Freixo de Espada à Cinta, assume-se como uma freguesia grandiosa, que contraria o fenómeno de abandono que assola grande parte das aldeias da região.


Com cerca de 700 habitantes, Lagoaça ainda preserva o posto médico e os CTT, serviços essenciais para a população idosa. “São grandes benefícios para as pessoas, visto que evitam deslocações”, enaltece o presidente da Junta de Freguesia de Lagoaça (JFL), Carlos Novais.


O autarca realça que esta é uma das maiores aldeias do concelho de Freixo, tanto em área como em número de habitantes. Apesar da saída de alguns jovens, Carlos Novais salienta que tem havido juventude a radicar-se na freguesia. “Criam o seu próprio negócio ou apostam na agricultura”, acrescenta o responsável.


Lagoaça é uma freguesia tipicamente rural, onde a produção de azeitona e amêndoa assume especial importância. Já nos terrenos acidentados nas encostas do rio Douro vislumbram pomares de laranjeiras, que sobressaem por entre o verde da paisagem.


“Apesar de, na maioria dos casos, se tratar de agricultura de subsistência, também temos alguns agricultores empreendedores, que apostam, sobretudo, na produção de azeitona e amêndoa”, frisa o autarca.


Rica em património edificado, esta aldeia foi, em tempos, pertença de meia dúzia de famílias abastadas e verdadeiras latifundiárias. “As pessoas, posteriormente, é que foram adquirindo pedaços de terra, porque antes isto era só de famílias ricas e poderosas”, conta Carlos Novais.

O solar do presidente do PS, Almeida Santos, é um dos majestosos edifícios que remontam a esses tempos. O socialista tem ligações familiares a esta terra do Nordeste Transmontano, onde preserva a casa herdada pela mulher.


Lagoaça quer aproveitar potencialidades turísticas com a criação de um posto de apoio a autocaravanas"

quarta-feira, 17 de março de 2010

Rota do Pobreiro em Cova do Monte

27 de Março 2009

ROTA DO POBREIRO em Covas do Monte (S. Pedro do Sul)

No próximo fim-de-semana vai realizar-se em Covas do Monte a ROTA DO POBREIRO.
Este percurso que segue os passos ancestrais da pastorícia comunitária.
Saíremos de manhã cedo com os pobreiros (nome dado aos pastores na aldeia) encosta acima, acompanhando “o gado” rumo ao Caminho do Carreiró. São dois pobreiros, à vez, todos os dias, de diferentes parceiradas que guiam o rebanho (2500 cabras) pela serra.
Pelo caminho encontraremos diversos motivos de interesse, com passagem pelo souto dos castanheiros, seguindo sempre de perto o curso do ribeiro, e observaremos as pequenas cascatas e poços. Já no alto, teremos uma panorâmica de Covas do Monte e dos verdejantes campos de cultivo.
O almoço/merenda será na serra, com os pastores.
Regressaremos no fim de almoço, onde se fará uma visita à aldeia e aos projectos que estão a ser feitos, nomeadamente o espaço internet e a recuperação do lagar comunitário de azeite.
A merenda tradicional será no restaurante "Os Amigos de Covas do Monte" (antiga escola primária pertença da associação).

ROTA DO POBREIRO

Covas do Monte, S. Pedro do Sul, 27 de Março de 2010
Distancia: 8 km (ida e Volta) Dificuldade: Alta
Inscrições: 15,00 € (merenda/almoço tradicional, lanche (com prova de cabrito) + seguro+ guia)
Pagamento: no dia da actividade
Concentração: 08h20m – Projecto Criar Raízes, em S. Pedro do Sul (atrás da Câmara Municipal) ou 9.10h – na aldeia de Covas do Monte
(Trazer calçado confortável, bastão, garrafa de água, chapéu, roupa leve e adequada à época, um casaco é aconselhável, pois o tempo na serra é muitas vezes imprevisível).
Contactos: criaraizes@gmail.com / Tel. 232 728 330 / 961 548 791

terça-feira, 16 de março de 2010

Prenda de natal atrasada

A minha amiga Maria José que também é sócia do CAI ofereceu-me uma bruxa de pano gigantona.
É claro que está á porta de minha casa para que todos a vejam junto com as vassouras e o panelão da bruxa.
Qualquer dia destes mostro aqui uma foto.

Lembrei-me de uma foto em particular tirada em Dezembro quando eu e o Rui andámos a passear entre Penamacor e Benquerença. Eu pensava que a terra das bruxas era em Arruda dos Vinhos, no fim de contas fica a bastantes kms daqui.

domingo, 14 de março de 2010

O Clube Autocaravanista Itinerante

Depois de todas as formalidades cumpridas o CAI - Clube Autocaravanista Itinerante já é um clube completamente legalizado com personalidade juridica apartir do dia 13 de Março de 2010.
Longa vida ao clube!!!

Mais informações no site do clube em :

http://cai-autocaravanismo.jimdo.com/

Sempre aprendendo...

Na passado dia 5 de Março ao fim da tardinha peguei no volante da AC com destino ao Algarve e á Conferencia Internacional sobre "Energias Renovaveis e Turismo Sustentavel" . A chuva era mais que muita  no caminho, mas devagarinho chegámos a Ourique onde pernoitámos pois os olhos, já estavam a querer fechar por causa do cansaço.
O amanhecer foi cedo para uma esticada de pernas pela calma localidade. Após pequeno-almoço saida direitos a Albufeira ao Hotel Rela Santa Eulália onde o portão se abriu para a nossa entrada e estacionamento junto á recepção.













Do discurso do Dr Mendes Bota destaca-se a oposição dele á exploração de jazigas de petróleo e gaz na Costa Algarvia que certamente viria a poluir todas as belas praias Algarvias. Considera que o casamento entre energias renováveis e o turismo sutentável seria por amor e interesse. Sonha com o dia em que a maioria dos veiculos automovéis a circular no Algarve, sejam movidos a energia eléctrica extraida de painéis fotovoltaicos, visto o Algarve ser uma zona solharenga por excelência.
A ideia de um novo turismo com bases em energias renovavéis e sustentabilidade. Seria um turismo de qualidade e não de massas, com a construção de edificios já adaptados á  necessidade de consumos minimos para uma satisfação de ambiente quente ou frio conforme a época do ano, com o aproveitamente de águas saponáteas para os sitemas de rega das partes envolventes ou para descargas sanitárias. A instalação de paineis-fotovoltaicos em todos os edificios para a redução de despesas na factura da energia consumida e criação de postos de abastecimentos de veiculos eléctricos nos estacionamentos dos hotéis.
Fiquei a saber que a Universidade do Algarve tem feito estudos na area da ambiencia e que aplica esses estudos em creches e escolas para que um dia, mais tarde, serem aplicados em edificios publicos ou privados.
Uma grande verdade que foi dita pelo director da Universidade é que as pessoas estam sempre insatisfeitas : porque está demasiado calor ou porque está demasiado frio. Gostei! Também concordo! Hoje em dia as pessoas andam sempre insatisfeitas. Reclamam porque chove e porque não chove, porque faz calor amais ou frio amais...
Algo de que nunca me tinha lembrado e que fiquei a saber nesta conferencia foi o pormenor de a factura da energia e dos transportes ser a maior fatia das despesas anuaisde um Municipio.
Quando se fala de Óbidos vem-nos á ideia a feira medieval ou a do chocolate... Mas é muito mais do que isso! É um Municipio que se propôs a reduzir as emissões de CO2 em 20% e já atingiu a meta dos 23% em 5 anos. O mesmo se aplicou ao eco-valor e reciclagem de embalagens. Interessante foi o negócio que fez entre firmas fornecedoras de paineis foto-voltaicos e os municipes, em que estes ultimos só tinham de gastar € 1000,00 para adquirir o material e  instalação. Durante os primeiros anos o valor de retorno da energia será em 75% para o fornecedor do material . Após os 9 anos o valor de energia a receber fica por conta do municipe. Dedicaram-se também a distribuir lampadas economizadoras pelos municipes de mais idade e com menos recursos de modo a reduzirem o consumo de energia e dos valores a pagar á EDP.
Gostei bastante da presença do vice-presidente de Obidos, homem enérgico e com gosto no que faz e na terra em que trabalha. Convidou a que todos os presentes fossem visitar a feira de chocolate a decorrer naquele fim-de-semana.
O Dr. Macario Correia da Camara de Faro contagiou com a sua boa disposição todos presentes.
O Dr Rui André falou da sua terra e de que deveriamos  levar em conta os "antigos" e o modo como construiam as suas casas o que as tornava acolhedoras em pleno inverno e frescas no verão. Estes conhecimentos antigos poderiam em muito ajudar os modernos a construir habitações que dispendam menos energia para que as pessoas vivam satisfeitas. Convidou os assistentes á conferencia a irem visitar a feira de enchidos que decorria em Monchique. Brincou com o facto de os enchidos serem uma grande fonte de "energia" de qualidade e de combustão lenta.

A conferencia acabou já passava das 20:00h. Pegámos na AC direitinhos a Silves para visitarmos o Castelo que sofreu obras no ano de 2009 e foi re-aberto ao publico com a presença do Dr. Cavaco Silva.
um dia com mais tempo venho aqui mostrar algumas das duzias de fotos que tirei.
No domingo após a visita ao castelo debaixo de chuva, seguimos o convite que nos fizeram e pé no acelarador direitinhos a Monchique e á feira dos enchidos.




Dentro da feira comprámos umas iguarias da melhor qualidade . Enchidos, presunto, pão e bolos. Pilhas energeticas de longa duração do mais artesanal e puro que há! Não poluem e não são nocivos para a mãe natureza!!!


segunda-feira, 8 de março de 2010

Aveiro: Câmara quer um novo projecto para a Ria

O vereador Miguel Fernandes fala num “projecto novo para a Ria”, embora não especifique. E volta-se a falar também no Lago do Paraíso


A Câmara de Aveiro quer um “projecto novo para a Ria”, disse o vereador da Câmara de Aveiro, Miguel Fernandes, acrescentando, também, ser necessário “repensar os canais urbanos”. O autarca respondia, na última reunião da Assembleia Municipal, a uma questão sobre o que fazer ao Lago do Paraíso, actualmente uma área relevante da Ria, mas sem qualquer utilização.

Estas foram as únicas duas afirmações de Miguel Fernandes sobre o assunto. Contudo, outro vereador da maioria, Pedro Ferreira, acrescentou que o Lago do Paraíso é uma “área prioritária do Polis Ria”.

O lago é percorrido, numa das suas margens, por antigas marinhas, ao longo da Rua da Pega, enquanto a outra é ladeada pela A25. Durante a última governação socialista, antes da actual maioria PSD/CDS-PP, a Câmara de Alberto Souto ainda anunciou a intenção de intervir naquele local, mas acabou por não concretizar qualquer projecto.

O Lago do Paraíso voltou a ser lembrado na Assembleia Municipal de Aveiro, desta vez por Ernesto Barros, da bancada do CDS-PP, que sugeriu várias utilizações a dar àquele espaço, recordando as provas de motonáutica que se realizaram ali na década de 60. O deputado municipal sugeriu a possibilidade do Lago se transformar num “estádio náutico” também para a vela, canoagem, além de apoios ao auto-caravanismo.

Além dos desportos náuticos, o Lago do Paraíso também poderia ser explorado nas áreas da piscicultura, centro de experiências científicas ou ainda como reserva para alimentação das marinhas de sal em redor.

(Ler artigo completo na edição em papel)

João Peixinho
fonte:http://www.diarioaveiro.pt/main.php?mode=public&template=frontoffice&srvacr=pages_13&id_page=7873

quinta-feira, 4 de março de 2010

"Paixão Lusitana" acredita na vitória de Portugal

Fonte : http://www.ojogo.pt/Directo/NoticiaHora_futpaixaolusitana_030310_234744.asp



Três portugueses, Carlos, Jorge e Joaquim, conduzem a autocaravana "Paixão Lusitana" rumo à África do Sul e acreditam que Portugal vai ser campeão do Mundo.

"Acreditamos que Portugal vai ser campeão do Mundo em África. Vamos partir no próximo dia 25 de abril da Torre de Belém, em Lisboa, e esperamos chegar ao Cabo da Boa Esperança no dia 10 de junho", afirmou à Agência Lusa o porta-voz do grupo, Joaquim, hoje em Coimbra para acompanhar o jogo particular da selecção lusa com a China.

À frente da sua Mercedes de 7500 kg, comprada de propósito na Alemanha, em outubro de 2008, após o Suécia-Portugal, os três lusitanos abdicaram da sua viagem de avião para "investir" no transporte que os levará a terras africanas.

"Fizemos isso, porque acreditámos e acreditamos na selecção de todos nós. Mesmo quando estavam em 5.º ou 6.º lugar, não desistimos de os acompanhar para todo o lado. Estivemos os três na Bósnia sozinhos, mas sempre com a mesma esperança", acrescentou.

O trio aproveitou para convidar todos os portugueses para o dia da partida, no dia da Liberdade, pois serão uns justos embaixadores da pátria portuguesa em terras africanas.

"Vamos com o apoio da Federação Portuguesa de Futebol, entre outros apoios. Vão-nos dar os ingressos para os jogos e brindes para distribuir pelas crianças portuguesas", realçou Joaquim, distribuindo o cartão de visita com o endereço sítio do grupo aventureiro na Internet: www.paixaolusitana.com.

Apesar de serem um trio, têm ainda o apoio dos seus conterrâneos de Torres Vedras, que lhes foram dar força a Coimbra e que os acompanham, quando podem.

Poucos metros à frente, até um grupo de chineses estava rendido às cores portuguesas, com cachecóis com as bandeiras lusitanas, apesar de acreditarem na vitória do seu país. "Vai ser aí por 2-0", afirmou um chinês vindo do Porto.

Lisboa vista do Tejo

O companheiro Avelino enviou-me um email bastante interessante com este endereço:

http://www.lvt.pt/#/vista-panoramica/

Lisboa vista do tejo com informação dos monumentos que assentam  mais ou menos perto da margem.
O que lhe chamou a atenção foi ainda ser do tempo, em que as autocaravanas podiam estacionar perto da Torre de Belém!
Agora seguindo o programa com o "rato", o parque de estacionamento para as nossas viaturas fica  mais na direcção do Palácio de Belém...

quarta-feira, 3 de março de 2010

A terra em mutação


Sismo no Chile provocou deslocamento do eixo da Terra
NASA observou efeito similar em 2004


Data: 03-03-2010

O sismo de magnitude 8,8 na escala de Ritcher que assolou o Chile no passado sábado provocou uma deslocação do eixo do planeta em cerca de oito centímetros, encurtando a duração dos dias em 1,26 microsegundos, indicou o cientista da NASA, Richard Groos, num artigo publicado segunda-feira no site da agência espacial norte-americana.

A deslocação do eixo da Terra não é um evento inédito. O sismo de magnitude 9,1 ao largo da ilha de Sumatra, em 2004, causou uma deslocação do eixo em cerca de 2,32 centímetros.

Artur de Freitas Sousa
fonte :
http://www.dnoticias.pt/default.aspx?file_id=dn01013205030310

terça-feira, 2 de março de 2010

NOVO BLOG

A pratica do autocaravanismo e a partilha de experiências do turismo itinerante vividas está a aumentar.
Exemplo disso é o aparecimento de um novo blog "Fragatas":

http://abrainha.blogspot.com/         


A particularidade que eu gostei  :
é escrito por uma mulher do signo caranguejo!

Aqui a carangueja de 18 de Julho manda-lhe votos de Boas e Divertidas passeatas por esse mundo fora.

Ana Pressler

domingo, 28 de fevereiro de 2010

O preço da água

Da ultima vez que fui ao Pingo Doce o garrafao de 5 litros de agua do Luso custava  €1,30.
O meu colega do escritório trás almoço de casa, mas todos os dias compra uma garrafita de agua de 0,5L num café por 0,80€ para acompanhar a refeição.
Se optar por comprar uma de 1L custa-lhe € 1,50.
Quando vou ao restaurante almoçar e peço uma garrafa de agua de 0,50L custa-me €1,00.
Se estiver na praia e tiver sede  ou no cinema, a mesma garrafa de 1/2 litro custa-me €1,50.
Lavar o carro numa jetwash custa-me á volta de 4/5 €.
Quanto custa o m3 de agua? Em Cascais é bastante cara, pois o meu pai mora na linha e já me mostrou a conta. O pior da factura é a taxa de tratamento de esgotos e residuos sólidos.
Aqui na Arruda dos Vinhos a água é carissima, basta olhar para a factura e uma pessoa passa-se!

Será que eu hoje não tenho mais nada para escrever senão sobre a água?
OK! Vou falar de obras e construções...

Cada saca de cimento custa entre 3 a 4 euros. Um empreiteiro por dia custa entre 50 a 70 euros por dia. Um canalizador é um pouco mais caro.
Se eu quiser fazer uma obra tenho que pedir autorização á Camara Municipal, apresentar um projecto assinado por um qualquer engenheiro que me cobra o trabalho, pagar á camara as tarifas da licença da obra , deslocações de tecnicos e as minhas deslocações, além da perda de tempo.

Será que eu hoje não tenho mais nada para escrever senão sobre obras?
OK! Vou juntar a água e as construções e tenho uma area de serviços para autocaravanas....

Cada municipio ou parque de campismo que constrói uma area de serviço para autocaravanas (AS, ESA, o que lhe queiram chamar), gasta no minimo € 2.000 a €4.000 na sua construção. Isto sem serem aquelas que já vêm feitas(cogumelos), essas são mais caras.
Têm que pagar a taxa da água, dos esgotos e dos residuos sólidos. Têm que custear a manutenção do local e ainda mantê-lo limpo. Têm pagar ao empregado que toma conta do local.

Qualquer autocaravana que se compre com menos de 10 anos não custa menos de € 20.000. Aliás, a maioria das autocaravanas que se vendem hoje em dia nas marcas, são as mais caras, sempre para cima de 50.000 euros!

Se eu for de Wolkswagen passear ou fazer férias para qualquer ponto do país pago: hotel, restaurante, combustivel, portagens, cafés,compro revistas, roupas, docinhos para trazer aos amigos e mais umas coisitas que me esqueci de levar...
Não me lembro de algum municipio me ter oferecido uma lavagem grátis ao meu carro!!!


Será que ainda há quem pense que todas as ASs deviam ser de borla? Será que se tivermos de pagar €3 a €4,00 pela utilização de uma area de serviço para autocaravanas deixamos de lá ir e gastamos mais 50km de gasoleo para ir a uma que seja de borla? Será que somos assim tão pobrezinhos?

Podiamos comprar ACs mais baratas. Comprar rádios a pilhas na loja do chinês para ouvir uma musiquinha em vez de auto-radios com cd's,dvd's, e sorrounds. Comprar um mapa das estradas em vez de GPS. Pedir ao pendura para ajudar na manobra de estacionamento em vez de comprar uma camara de recuo. Ouvir as noticias no radio em vez de comprar um portatil para ver a net dentro da AC. Já nos sobrava bateria e não teriamos de comprar paineis solares, isto para não falar em geradores que fazem calor e nos obrigam a pensar em ar condicionado.
Com tanta poupança dáva para pagar muitas idas a ASs que não são á borla e assim não ir fazer despejos ao pinhal!!!
Boa tarde e saudações autocaravanistas

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Conferencia International sobre "Energias Renovaveis e Turismo Sustentavel"

Fica aqui a informação de modo a que não aconteça o mesmo que nas "Jornadas Tecnicas do Algarve Sustentável": a falta de convite aos autocaravanistas. Agora vai quem estiver interessado, pois não tem a desculpa de ninguem lhe ter informado!

Dr. Mendes Bota informou o MIDAP de que se vai realizar uma:


"Conferência Internacional subordinada ao tema “Energias Renováveis e Turismo Sustentável”, que será levada a efeito pelo PSD/Algarve, em colaboração com o Grupo Europeu do PSD e o Partido Popular Europeu, no próximo dia 6 de Março de 2010, a partir das 14h30m, no Hotel Real Santa Eulália, em Albufeira.



A qualidade dos intervenientes e a riqueza e diversidade das matérias a tratar, bem como a divulgação de vários “case study” no Algarve, em Portugal e na Europa, tornam esta iniciativa, aberta a toda a sociedade, um momento a não perder, e onde um partido dá um contributo muito positivo para o desenvolvimento de uma região."

Ainda mais novidades da Orbitur

Os autocaravanistas continuam a reclamar que ainda há poucas areas de serviço para descargas/abastecimentos das suas autocaravanas.
PORQUÊ?
Uma novidade das boas a que vos vou apresentar, ou talvez não seja novidade nenhuma para os conhecedores!!!
A Orbitur em pelo menos 18 parques tem tarifas apropriadas para serviços descargas/cargas!!!

Ainda vai ser preciso ir ao pinhal despejar as aguas sujas?  

As tarifas de utilização vão dos € 2,60 na época baixa aos € 5,50 na época alta(Agosto). Esta tarifa corresponde ao valor de "visitante" e varia de parque para parque.
Basta consultar o site da Orbitur em :
http://www.orbitur.pt/

E esta hem??? E sem ninguém nos obrigar a pernoitar...

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

A presença do AC

Há dias em que fazemos uma busca na net e a palavra auto-caravana aparece em vários artigos de noticias locais, nacionais, regionais...
Exemplos :









http://www.ointerior.pt/noticia.asp?idEdicao=536&id=26245&idSeccao=6406&Action=noticia
Também em


http://www.ionline.pt/conteudo/47377-dois-anos-percorrer-portugal-pe


Jornal o Jogo
http://www.ojogo.pt/Directo/NoticiaHora_cicvoltaalgarvecontadordec_190210_230602.asp



Semanario transmontano com o carnaval em Podence
http://www.semanariotransmontano.com/noticia.asp?idEdicao=227&id=10018&idSeccao=3337&Action=noticia

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Evolução em Portugal?

Achei deveras interessante o mail que a Orbitur enviou ao MIDAP e que está aplicado num post de hoje (texto em baixo).
Por mim a Orbitur  pode chamar "Seguro", "diferente" ou qualquer outra coisa...
O que interessa é que tomou uma atitude em conformidade com o que a FFCC (Federação Francesa de Campismo e Caravanismo) também conseguiu, num acordo feito em França visando os autocaravanistas franceses. Reconhece que o autocaravanismo também é Turismo e que não vale a pena continuar a lutar contra a maré, mas sim juntar-se á onda e lucrar com isso. Isto é marketing e evolução!

"Promovendo o Turismo itinerante "Seguro" Autocaravanas preço especial para pernoita nos Parques Orbitur em Portugal 20% de desconto no total da factura (excepto electricidade), preço especial no período de paragem para repouso nocturno, desde as 18h30 às 09h30, em todos os Parques Orbitur, com excepção do mês de Agosto.Utilização de todas as facilidades, incluindo Camper station grátis e ainda Wi-fi grátis.



www.orbitur.pt"

El Camping y su mundo nova edição

Já saiu a nova edição da revista El camping y su mundo, com alguns artigos de interesse para Portugal e em Português

http://www.elcampingysumundo.pt/noticias.php

domingo, 21 de fevereiro de 2010

Igualdade de Direitos











Muitos falamos nos direitos que nos assistem, mas muitas vezes não somos confrontados com uma realidade ou experiência de concretização desses direitos...
Vão pensar que hoje estou muito pragmática, mas passo a explicar a situação pela qual passei ontem onde se aplica o que escrevi antes:
Ontem de manhã estava eu a iniciar a limpeza da casa e do quintal, quando me tocam á campainha. Fui abrir a porta e constactei que tinha do lado de lá do portão um GNR!
Um carro patrulha da GNR da Arruda dos Vinhos estacionado atrás da minha AC!
Apesar de não estar lá muito bem vestida (de pijama) dirigi-me ao agente dando os bons dias e perguntando o motivo da visita.
Respondeu-me que tinham recebido uma reclamação pelo estacionamento da minha autocaravana feita pelo meu vizinho da moradia da frente. O dito dizia ter dificuldade em estacionar o carro no quintal e se eu não estaria interessada em estacionar a minha autocaravana noutro local da urbanização...?
Respondi-lhe que não! A AC está bem estacionada, não impede a entrada de ninguém nos seus respectivos quintais, tem os rodados encostadinhos ao passeio de modo a não estorvar a passagem de outros veiculos, a estrada é bem larga, não impede a vista da casa de mais ninguem a não ser a minha, a casa da frente nem é um estabelecimento comercial nem um monumento, pago IUC, seguro, etc. No meu parecer está tudo dentro da Lei! Pelo que não sedo aos caprichos do vizinho da frente que precisa de frequentar mais umas aulas de condução, especialmente de praticar o estacionamento, pois já com o anterior proprietário da minha casa implicava e na altura o veiculo era simplesmente um Audi!Que todos os condutores aprendem que devem estacionar de traseira, mas que o meu vizinho tinha o abito de estacionar no jardim de frente, pelo que quase entra no meu quintal no lado oposto da rua para fazer a manobra. E se a rua é larga!!! Que nos ultimos meses tinha aprendido finalmente a estacionar de traseira, o que já era uma grande evolução...
Se eu hoje cedesse áquele capricho, um destes dias ele passava de embirrar com a minha casinha com rodas, e embirrava que a minha casa lhe estorvava a paisagem e eu tinha que levar a casa ás costas e ir morar para outra terra! Além disso tenho bens na AC (tv, auto-radio com DVD, radio CB) e que se o alarme soar lá no fundo da urbanização eu não o vou ouvir, como acontece aqui á porta de casa.
Sugeri ao agente que tirasse fotos em como a AC está bem estacionada e que as juntasse ao processo da reclamação como prova. Ele informou-me que já o tinha feito, bem como já tinha passado diversas vezes aos fins-de-semana e confirmado que a AC se tinha ausentado, pelo que também cumpria os 30 dias de estacionamento Camarários e do código da estrada. Agradeceu a minha atenção e foi-se embora.
Passado umas horas, entrei em contacto com o posto da GNR para falar com o mesmo agente e indagar qual era o parecer da autoridade, quanto ao estacionamento da minha AC, pois podia eu estar errada quanto á interpretação que faço das Leis a aplicar e ficar descansada de não estar a cometer alguma infracção.
Respondeu-me que estivesse descansada porque a AC está bem estacionada e dentro da Lei!!!

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Obrigado Antonio, David, Manuel e Dematos

Quero agradecer aos companheiros Antonio, David, Manuel e Dematos o trabalho mais que bem feito em prol do autocaravanismo!!! Excelente, na mouche!
Agora só vai ser dificil é fazer melhor...Estava tudo tão bem! Até o Goucha fez o trabalhinho de casa bem feito e estudado, pois levava os turistas (autocaravanistas) até ao estudio, exactamente como fazem os guias turisticos em Alfama diáriamente. As perguntas estavam correctas e as respostas ainda melhores!
Para quem não viu ainda e também para quem tem duvidas sobre o que é o autocaravanismo, basta sentar-se e seguir o link no blog do Manuel Vitorino:

http://stamps-bikes-and-camping-car.blogspot.com/2010/02/o-autocaravanismo-na-tvi-3-video.html


Servirá certamente para abrir os olhinhos dos administradores de um blog de Tomar :
http://tomaradianteira.blogspot.com/2010/02/em-dia-de-carnaval.html
Que deviam aprender e buscar conhecimento sobre a matéria em vez de se limitarem a criticar o desconhecido. Ainda têm a lata de ter como tema - OS MEIOS DE SABER E A CORAGEM PARA O DIZER?
Saber o quê? Para fazerem as criticas que fizeram só podem ser completamente ignorantes! E é realmente necessário coragem para dizer tanta asneira e pensar que podem sair incólumes...

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Carta enviada Jornal Barlavento e resposta recebida

Enviada: quinta-feira, 4 de Fevereiro de 2010 00:01
Para: filipeantunes@barlavento.online.pt
Assunto:
Importância: Alta

Boa noite Caro sr. Filipe Antunes,

Sou, Ana Cristina Pressler de Oliveira Duque, moradora na Arruda dos Vinhos e autocaravanistas há pouco mais de 2 anos. Sou autocaravanista itinerante e pretendo continuar a sê-lo!
Tenho constactado que muito se tem escrito nos jornais Algarvios contra os autocaravanistas e em defesa dos parques de campismo.

Para começar quero-lhe informar que não são caravanas os veiculos que têm motor, mas sim autocaravanas ou se quiser escrever auto-caravanas, pois parece que o nome ainda não consta do dicionario ou léxico Português. Por favor não junto todos no mesmo saco, porque uma caravana não pode pernoitar na via publica, não pode ser desatrelada do veiculo que a reboca, tem de ser parqueada em parques de campismo ou no quintal do proprietário.

A autocaravana é um veiculo que paga ISV, Imposto de circulação, tem seguro como qualquer veiculo motorizado e é inspeccionado pelos IPOs, pelo que pode estacionar na via publica em locais com dimensões para o seu gabarito, os seus proprietário podem pernoitar no seu interior desde que ninguém possa ver o que fazem lá dentro.

Isto mesmo foi-me confirmado numa reunião em 19/2/2009, tida entre o MIDAP (movimento a que pertenço) e a GNR Exmo.Senhor Major Luis Branco, no largo do Carmo da qual lhe passo link:

http://midap.blogspot.com/2009/02/midap-colabora-com-gnr-e-gnr-colabora.html

E segundo resposta da GNR a uma carta de esclarecimento pedida pelo CPA que lhe anexo, não é de jeito nenhum proibido os autocaravanistas pernoitarem na via publica.

Num país em crise como o nosso, vamos mandar os autocaravanistas estrangeiros embora ou obrigá-los a ir para parques de campismo enganado-os com uma lei que não existe e seria oposta á que é praticada no resto da Europa?

Em França, Alemanha, Itália, Espanha e outros já foi feita Lei para defender os direitos dos autocaravanistas e castigar os prevaricadores, mas também foram construidas infraestruturas de apoio ao autocaravanismo ou turismo itinerante.

Os Espanhois organizam manifestações de protesto contra algumas localidades no sul de Espanha que querem expulsar as autocaravanas, ver aqui:

http://www.europasur.es/article/comarca/614006/mas/autocaravanistas/recorren/kilometros/por/su/derecho/circular.html

Se reparar bem a Federação dos parques de campismo Espanhola também está do lado dos autocaravanistas e não contra!

Em Portugal o projecto de Lei foi levado a parlamento pela mão do PSD, mas a maioria PS não a quis aceitar, pelo que continua um vazio na Lei. A unica lei que foi actualizada em 2009 refere-se á criação de parques de campismo para autocaravanas. Não a áreas de serviço e pernoita para autocaravanas.

Se levarmos em conta as palavras do sr. Manuel Dias presidente da AECAMP, há em Portugal muitos presidentes de Camaras Municipais e juntas de freguesia que fizeram "ilegalmente" ou "contra a lei" Areas de Serviço e pernoita para autocaravanas. Poderá ser verdade o que esse senhor diz?

Basta consultar a base de dados dessas ASs em : http://cas.comxa.com/ASP.pdf ou http://cas-autocaravanismo.com/8069.html

Após as Jornadas Tecnicas do Algarve Sustentavel o MIDAP fez uma carta de reclamação á Entidade Organizadora que pode ver aqui:

http://midap.blogspot.com/2010/01/debate-no-algarve.html e recebeu a seguinte resposta :

http://midap.blogspot.com/2010/01/resposta-da-direccao-ealgarve.html

Felizmente o interior de Portugal gosta de receber os autocaravanistas, mas será que temos menos direitos do que os outros turistas? Será que não podemos á semelhança de França (Biarritz, Capebreton,etc) ter parques de estacionamento para ACs junto ás praias? junto-lhe foto tirada este verão a um parque de estacionamento junto á praia no meio das dunas (metade para autocaravanas, metade para carros).

Segundo um dos participantes do CCRDA sr. Alexandre Domingues que ouvi discursar no encontro do CPA em Abrantes há pouco mais de um ano:

Cada casal de autocaravanistas estrangeiros faz um gasto diário de €80 a €100 gastos em supermercados, restaurantes e outros durante aproximadamente 180 dias que é o tempo que permanecem no nosso país e na zona do Algarve principalmente. Enquanto que os turistas estrangeiros que vão para os resorts ou hoteis de golf no Algarve fazem um gasto de € 120,00 a € 150 diários durante 15 dias, sendo esses valores liquidados a agencias de viagem no estrangeiro, sem chegarem propriamente aos bolsos dos Portugueses . Será necessario fazer contas?
http://midap.blogspot.com/2009/03/site-da-net-do-tursimo-de-portugal.html

Concordo que os POOCs têm que ser respeitados! Concordo que não se deve destruir e poluir o nosso belo País, mas porque não reclamam as Camaras Municipais da criação de hoteis e apartamentos de luxo em zonas protegidas, ou porque não se torna obrigatorio em todos os municipios de Portugal a criação de estações de tratamento de águas residuais? Sousel não tem, Arruda dos Vinhos não tem, etc.

E no geral os autocaravanistas são pessoas com uma consciencia ecologista...Amantes da natureza e preocupados com um futuro breve.

Desculpe incomodá-lo com um texto tão extenso, mas seria interessante ouvir também a outra "face da moeda" e modificar o modo de pensar sobre o autocaravanismo, principalmente numa época de crise em que todas as opções para entrada de dinheiros em Portugal têm que ser aproveitadas.

Um documentário sobre o que os autocaravanistas pensam seria bastante agradável!
Aguardando a sua melhor resposta
Ana Pressler

A Resposta recebida ontem foi a seguinte
Cara Ana Pressler:

O artigo procurou essencialmente reflectir o que foi referido durante as jornadas técnicas e todas as afirmações estão devidamente atribuídas.

Compreendo a sua posição, mas as situações a que a notícia alude são, de facto, os agrupamentos informais de autocaravanas, em terrenos privados ou zonas húmidas protegidas por decreto-lei e, como tal, ilegais. Não se trata aqui de nenhuma posição contra os autocaravanistas, mas sim de zonas como parques naturais, cujas áreas já foram alvo de inspecções das autoridades e cujas declarações demos conta em edições anteriores do nosso jornal.

Na sessão de Tavira, na qual estive presente, não encontrei (pelo menos de forma identificada) nenhum representante do MIDAP. Caso contrário, teria com todo o gosto incluído a respectiva posição na notícia.

De qualquer forma, vou anotar as sugestões que me fez, e que desde já agradeço, nomeadamente o pdf correspondente a uma resposta emitida pela GNR. Se tiver matéria suficiente, voltarei ao tema numa das próximas edições, naturalmente citando as suas indicações.

Quanto ao estudo a que alude, já solicitei dados concretos, que não me foram enviados até ao momento.

Agradeço desde já a atenção.

Com os meus melhores cumprimentos,
Filipe Antunes | Barlavento
Jornalista
@: filipeantunes@barlavento.online.pt
www: www.barlavento.online.pt

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

CAS na TVI

Recebi email do CAS na pessoa do companheiro Dematos sobre uma BOA novidade:

"Informamos ainda, que caso não exista nada em contrário, a TVI fará no próximo domingo de manhã uma reportagem ao nosso Encontro ,a exibir na quarta dia 17 de Feveriro no programa da manhã “VOCÊ NA TV”"

Força CAS!

Má utilização de ACs

Nem sempre a utilização de uma autocaravana é para os melhores fins!
Pode-se comprovar por uma noticia do JN em que assaltantes utilizavam autocaravanas para assaltos e para esconder o produto do assalto.

http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Policia/Interior.aspx?content_id=1491691

Máfia de Leste assaltou 239 casas em Portugal
A passagem por Portugal de uma organização internacional de assaltantes de casas provocou um "rombo" de 6,4 milhões de euros em bens furtados. Foram acusados 21 elementos, provenientes de países da antiga Jugoslávia, que terão efectuado 239 investidas.

Os oito homens e 13 mulheres terão integrado uma rede que protagonizou, entre Outubro de 2008 e Março de 2009, uma das maiores vagas de assaltos a casas de que há memória em Portugal. Com ramificações a Espanha, Itália e França, onde foram cometidos crimes semelhantes, chegava a utilizar crianças como operacionais, incumbindo-lhes a tarefa de se introduzirem nas residências e de procurarem todo o ouro, jóias e dinheiro.
Os assaltantes - por norma as mulheres e os menores - actuavam durante o período diurno, aproveitando a ausência dos moradores. Na maior parte dos casos, tocavam às campainhas das residências (apartamentos ou moradias) e, na falta de resposta, recorriam a cartões ou outras estruturas em plástico para franquearem as portas. Este método era a imagem de marca, mas também houve situações em que os intrusos utilizaram ferramentas, como chaves de fendas ou chave-inglesa nos arrombamentos.

Durante a estadia no nosso país, os suspeitos foram montando vários "quartéis-generais" (na Póvoa de Varzim, Costa da Caparica, Espinho e Algarve, entre outras zonas) de onde se movimentavam, depois, para os diversos pontos do território, em auto-caravanas e viaturas de gama alta, que pagavam em dinheiro vivo.

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

210 assinaturas para reclamar direitos

A luta pelos direitos dos autocaravanistas continua em Espanha, desta feita junto ás praias em Motril


COSTA
Una polémica que todavía está vigente

Los autocaravanistas que en vez de situarse en los campings lo hacen fuera, por ejemplo en los aparcamientos de Playa Granada, son el caballo de batalla de estos establecimientos, que aseguran que ensucian con sus vertidos y que les hacen una competencia desleal. «Yo tenía un cliente que al ver a los autocaravanistas se ha plantado fuera», apunta Carmen López que la semana pasada llamó al Ayuntamiento de Motril para que se cumpliera, de verdad, la ordenanza que aprobó en septiembre y retirase estos vehículos de los alrededores de la playa.
Sin embargo, hay muchos detractores de esta ordenanza que prohíbe las autocaravanas. Solo las permite durante el día, sin que el vehículo esté ocupado y en lugares habilitados para ello.
Ahora 210 personas del club Aire Libre Mulhacén y particulares han presentado sus firmas para mostrar su disconformidad con esta normativa municipal.
Los firmantes dicen que la ordenanza va «en contra de diversas sentencias del Tribunal Supremo y del Tribunal Constitucional que amparan el uso de las autocaravanas como vehículos-vivienda, sin condicionar que esta utilización sea realizada dentro o fuera de campings o lugares habilitados».
Además dicen que como el Ayuntamiento motrileño no tiene habilitada ningún área para autocaravanas en su término municipal «eso obliga a entrar en algún camping de la zona con el consiguiente beneficio para sus propietarios».
Así, estas personas contrarias a la ordenanza dicen que los ayuntamientos pueden regular estos turismos creando «áreas de servicio para ellos que dispongan de toma de agua y alcantarillado, evitándose así los vertidos incontrolados». El Ayuntamiento de Motril tendrá que pensar si le parece acertada esta propuesta.

http://www.ideal.es/granada/v/20100207/costa/polemica-todavia-esta-vigente-20100207.html

domingo, 7 de fevereiro de 2010

CAI-Clube Autocaravanista Itinerante

Dia 22 de Janeiro farta de ver escritos sobre o autocaravanismo e seu futuro,sem ver ninguém a tomar iniciativas, decidi-me a enviar email a um grupo de companheiros autocaravanistas, com o objectivo da criação de um Clube de autocaravanismo.

A 1ª reunião decorreu ontem (6 de Fevereiro) pelas 17h.
Ficou decidido o nome : CAI-Clube Autocaravanista Itinerante!!!
Terá como objectivos a Divulgação da Prática do Autocaravanismo, Actividades Culturais e Desportivas e o aderir a uma futura Federação de Autocaravanismo Portuguesa, bem como, a Federações Estrangeiras.

O nome será registado, será feita a escritura da Constituição da Associação e em data a definir em Março será feita uma 1ª Assembleia Geral de Sócios para decidir as regras do CAI(Orgãos,quotas,conta bancaria e outros).A sede será na Arruda dos Vinhos.

O email já foi criado :
clubeautocaravanistaitinerante@gmail.com

O site está em construção e terá fórum exclusivo a associados.

O meu obrigado a todos os presentes que se deram ao trabalho de me aturar e acreditar no futuro do Autocaravanismo Itinerante.
Saudações autocaravanistas
Ana Pressler

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Preparação época balnear S.Pedro de Moel

O Texto abaixo foi-me amavelmente enviado pelo companheiro Vasco Nazario e Mena que o transcreveram da noticia que surgiu hoje no Jornal de Leiria:

Autarquia e concessionários das praias da Vieira e S. Pedro preparam época balnear
Os concessionários da Praia da Vieira e de S. Pedro Moel reuniram com o vereador das Obras Públicas e do Ambiente, Paulo Vicente, e técnicas da autarquia das áreas de ambiente, planeamento e urbanismo, para preparação da época balnear nas praias do concelho marinhense e recolha de sugestões.
"Esses contributos serão considerados" pela Câmara Municipal, "para possíveis intervenções, para que a próxima época balnear, a começar no dia 15 de Junho, decorra sem quaisquer percalços", revelou ontem a autarquia, esclarecendo que "para melhor perceber as necessidades de cada praia", as reuniões decorreram separadamente, com quatro dos seis concessionários da Praia da Vieira e nove de S. Pedro de Moel
.
.
.
Também na zona do Canto do Ribeiro que, por vezes, deixa a descoberto algum entulho que foi ali depositado indevidamente, vão ser tomadas todas as medidas para a sua remoção.
A zona das 'Árvores', em S. Pedro de Moel, que carece de uma intervenção para o seu melhor aproveitamento, através da criação de percursos pedestres e colocação de sinalética, também é um projecto previsto e que está em avaliação no QREN, Quadro de Referência Estratégico Nacional.
O mercado de S. Pedro terá igualmente alguns melhoramentos, com a execução de um novo pavimento na zona das bancadas, mais apropriada para lavagens.
Os concessionários aconselham a colocação de sinalização que proíba a permanência de auto-caravanas em locais não destinados a esse fim, e que, com isso, tem causado alguns transtornos.Sugerem ainda a distribuição pela praia de placas informativas de zonas perigosas e de prevenção de subida de marés.

Fonte:
http://209.85.229.132/search?q=cache:http://www.diarioleiria.pt/20721.htm

Parece que já não é só o Algarve a tentar afugentar as autocaravanas de perto do mar!

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Ainda + sobre o Algarve (Tavira)

Ler este post e o de baixo com resto de noticias de hoje.
As noticias não podiam ser piores, porque metem todos no mesmo saco, as medidas têm que ser tomadas!
Os meios de comunicação deveriam ser informados de que uma autocaravana não se chama caravana e por si só não tem que cumprir a lei do campismo. O mal está nos comportamentos de quem estaciona onde não deve, durante tempo amais e suja o local enquanto lá está. Eu como não gosto de ser confundida com os prevaricadores, não meto os meus pézinhos(rodinhas) no Algarve. Nem de AC nem de carro! De mim não levam nem 1 tostão... Portugal felizmente é tão GRANDE!!!


http://www.barlavento.online.pt/index.php/noticia?id=39400

O presidente da Câmara Municipal de Tavira Jorge Botelho garante que a autarquia já está a disciplinar o parqueamento de autocaravanas dentro da cidade e a fazer acções de fiscalização preventivas com a PSP e juntas de freguesia.

O exemplo mais visível foi o ponto final àquela que já era conhecida como a «aldeia caravanista», cuja proximidade de um supermercado e a vista desafogada foram argumentos para que se reunissem mais de uma centena de autocaravanas.

Como alternativa, e para potenciar o desenvolvimento turístico do interior, a autarquia tavirense está a reavaliar a construção de um parque de caravanas na freguesia serrana de Cachopo, mas entretanto vai convidando os infractores a utilizar o parque existente em Cabanas de Tavira.

A ideia é seguida de perto pela associação Almargem que, no âmbito da plataforma Algarve Sustentável, pretende instalar parques de campismo no interior do Algarve, alargando o leque de produtos turísticos associados à Via Algarviana.

Segundo o dirigente da Almargem João Ministro, «há já propostas de investimento».

3 de Fevereiro de 2010 | 08:33
Filipe Antunes